Você está no caminho que pensa estar?

“E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me.” – Marcos 8:34.

O Evangelho de Jesus nos chama a negarmos a nós mesmos (tomar a decisão de mortificar o ego), tomar a cruz diariamente (para tornar prática essa decisão) e, então, segui-Lo. Hoje, muitos dos que dizem seguir a Cristo, na verdade querem trazer suas cruzes para que Jesus dê um jeito nelas. Não estão dispostos a perder, a sofrer, a negar-se a si mesmos. Querem deixar a cruz para que Cristo a carregue e, assim, seguir por um caminho sem dificuldades, sem provas, sem cruz. E, quando percebem que não é assim que vai acontecer, caem facilmente no desânimo, desespero e se decepcionam com o Senhor. Olham para o caminho largo que conduz ao inferno e ficam desejando estar num caminho assim: sem renúncias, sem humilhação, sem perdas voluntárias, sem espinhos, sem cruz. Mas, os que de fato entenderam o Evangelho primeiramente pregado pelo próprio Jesus, permanecerão no caminho apertado, espinhoso e carregarão suas cruzes até o fim. Estes sabem que só há esperança para que a vida ressurreta de Jesus se manifeste neles através da morte do Eu. Então, embora lágrimas, noites sem sono, incertezas, temores possam vir (e virão), estes que andam no caminho que leva à vida eterna saberão que é SÓ e apenas SÓ trilhando por ele é que conhecerão ao seu Salvador intimamente. Por que?

Simples. Porque Ele vai conosco!! Algumas vezes nos levanta quando caímos, quando tropeçamos nas pedras do caminho. Outras vezes, cuida das feridas que os espinhos vão provocar; outras, vai nos ajudar a carregar a cruz, como Simão de Cirene um dia fez com Ele.…

“E eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” – Mateus 28:20

“E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.” – Lucas 9:62

“Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo.” Mateus 24:13

Pastor Ismael Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *