Maturidade

MATURIDADE

para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro. Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, – Efésios 4.14.15

A maturidade espiritual é alcançada quando nos tornamos mais como Jesus Cristo. Após a salvação, todo cristão inicia o processo de crescimento espiritual, com a intenção de se tornar espiritualmente maduro. De acordo com o apóstolo Paulo, é um processo contínuo que nunca terminará nesta vida. Em Filipenses 3:12-14,

Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus. Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.”

Como Paulo, temos que persistir continuamente em direção a um conhecimento mais profundo de Deus em Cristo.

A maturidade cristã requer uma reordenação radical das prioridades, deixando de viver para se agradar e passando a viver para agradar e obedecer a Deus. A chave para a maturidade é a consistência, ou seja, a perseverança em fazer as coisas que sabemos nos aproximará de Deus. Essas práticas são conhecidas como disciplinas espirituais e incluem coisas como leitura/estudo da Bíblia, oração, comunhão, serviço e administração. No entanto, não importa o quanto trabalhemos nessas áreas, nada é possível sem a habilitação do Espírito Santo dentro de nós. Gálatas 5:16 nos diz que devemos “andar no Espírito”. A palavra grega usada aqui para “andar” realmente significa “caminhar com um propósito em vista”. Mais tarde, no mesmo capítulo, Paulo nos diz novamente que devemos “andar no Espírito”. Aqui, a palavra traduzida “andar” tem a ideia de levar as coisas “passo a passo, um passo de cada vez”. Trata-se de aprender a caminhar sob a instrução de outro — o Espírito Santo. Estar cheio do Espírito significa que caminhamos sob o Seu controle. Ao nos submetermos cada vez mais ao Seu controle, também veremos um aumento no fruto do Espírito em nossas vidas (Gálatas 5: 22-23). Isso é característico da maturidade espiritual.

Quando nos tornamos cristãos, recebemos tudo de que precisamos para a maturidade espiritual. Pedro nos diz:

Visto como, pelo seu divino poder, nos têm sido doadas todas as coisas que conduzem à vida e à piedade, pelo conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude” – 2 Pedro 1: 3

Deus é o nosso único recurso, e todo o crescimento vem pela graça através dEle, mas somos responsáveis por fazer a escolha de obedecer.

Ser eficaz e frutífero no conhecimento do Senhor Jesus é a essência da maturidade espiritual.

Pr. Ismael da Silva

Relógio de Oração – Clamor por pais e filhos na nação

Basta olhar atentamente para apreciar o singelo chamado divino que o mês de Agosto nos apresenta:
  • Tema do Ano: Família, Nossa Prioridade
  • Tema das mensagens de Agosto: Ação do Espírito Santo
  • Principal feriado de Agosto: Dia dos Pais
  • Situação das famílias brasileiras: Destituídas de uma figura paternal
É como se Deus estivesse (e cremos que está) nos chamando para despertar e mobilizar a Igreja para orar e contribuir com a atuação do Espírito Santo na restauração da figura paternal tão deficitária na nossa nação. Nossa geração está marcada por uma paternidade bruta e omissa, totalmente oposta ao plano da semelhança e adoção do nosso Deus Pai.
Por isso, decidimos realizar um relógio de oração como primeiro passo em direção à vontade de Deus.
“E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade,” – Efésios 1:5

O que é um relógio de oração?

A estratégia do relógio ou vigília existe há muitos anos e consiste em criar um revezamento de oração intercessória (por um propósito comum) durante um período de tempo.

O relógio mais conhecido é a vigília de oração dos irmãos Morávios, que se iniciou em 27 de agosto de 1727 quando 24 pessoas decidiram se revezar diariamente em uma hora de oração cada um, em prol de missões e união da comunidade cristã. Nesse período Deus realizou um grande avivamento, e eles enviaram centenas de missionários ousados que deram suas vidas pelo evangelho, indo até os confins da terra. O revezamento de oração durou 100 anos.

3 Motivos para participar do relógio de oração

  1. Deus é Pai: Efésios 4:6, Salmo 68:5, 1 Coríntios 8:6
  2. Ele quer ser conhecido: João 3:16, João 17:3
  3. É missão da igreja orar e agir para que Ele seja conhecido: Lucas 11:2, Mateus 28:19
A palavra de Deus já nos deu a direção sobre a vontade de Deus, e orar é o primeiro passo para começar a cumpri-la. Você se considera Igreja de Cristo? Então, ore conosco para que nossa família espiritual aumente.

Quando será e como posso participar?

O nosso relógio será nesta quarta-feira, 8 de Agosto e nos revezaremos em períodos de 15 minutos. Isso mesmo, apenas 15 minutos.
Para participar basta escolher um horário e escrever sua escolha nos comentários. Pode orar mais de um período (ex: 30 min, 40 min) e pode orar em turnos diferentes (ex: manhã e noite)
DICA: Você pode combinar com seus irmãos, pequeno grupo ou familiares de orarem juntos.

Orar pelo quê?

Existem diversos tópicos que podem ser apresentados, separamos esses para guiar nosso devocional:

  • Correta compreensão de quem é Deus Pai e assumir a identidade de filhos de Deus
  • A revelação de Deus Pai à nação por meio dos Seus filhos adotados em Cristo
  • Restauração do relacionamento entre pais e filhos
  • Despertamento dos pais cristãos para assumir a paternidade à maneira de Deus
  • Ministração de perdão e cura pelo Espírito Santo aos filhos que foram abandonados e abusados pelos pais
  • Estratégias e amor para igreja acolher os filhos feridos e os órfãos
  • Libertação de crianças e mulheres em situação de qualquer tipo de abuso pelos familiares que deveriam protegê-las
  • Não legalização de aborto
Teremos uma série de textos para refletir sobre assunto aqui no nosso site ao longo desse mês e esse relógio é apenas um despertador para a igreja brasileira. Compartilhe essa postagem, participe desse movimento e façamos prova da ação do Espírito de Deus nas famílias.
Quer sugerir um tópico de oração? Deixe um comentário.
A paz do Senhor a todos e uma excelente semana.

Tema de 2018

“Mas, se alguém não cuida dos seus, e especialmente dos da sua família, tem negado a fé, e é pior que um incrédulo.”
– 1 Timóteo 5:8

Não há dúvida que a família é nossa segunda prioridade depois de Deus. Se alguém negligenciar sua família por causa da igreja, do ministério, ou de qualquer outra coisa, por mais “espiritual” que pareça, está contra a Palavra de Deus! Paulo disse que tal pessoa está negando a fé e é pior do que um incrédulo! Agora veja, Paulo estava falando com os crentes que iam à igreja, mas estavam negligenciando o lar. A Palavra de Deus não deixa a menor sombra de dúvida quanto ao lugar que nossa família deve ter na nossa escala de valores.

A família, de forma geral, na sociedade atual tem sido destruída, sendo deixada em segundo plano, muitos não têm interesse em criar uma família. Os meios de comunicação ensinam que a família é uma instituição falida.

Em 2018 vamos dar toda prioridade às nossas famílias, incentivando o culto doméstico, estudos, pregações voltado para o alicerce das famílias.